sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Vício de família...




Era um dia de sábado, ou domingo, não me lembro direito, mas lembro que era um dia de sol, e o céu estava azul como os dos quadros, lembro disto pois raramente se vê um céu assim no Japão...
Estávamos na rede de lanchonete Mc´donalds , comendo o que para nós é um verdadeiro vício, particularmente eu não gosto do Mc, mas as crianças não o trocam por nada, sinceramente confesso que não existe batatas iguais em lugar algum deste mundo de homens...
na ocasião meu filho estava fazendo pesquisa sobre drogas para um trabalho escolar. Eu tenho um método particular de lhe ensinar sobre coisas da vida, e começamos a debater os malefícios das drogas tanto quanto social, físico ou jurídico, sempre conversamos de uma forma divertida, assim fica mais fácil e gostoso se aprender o sério, não sei se é a melhor forma de educar ou simplesmente conversar com um filho, mas tem dado certo para nós até aqui, e quando realmente se precisa ser sério, fica tudo muito mais fácil. No fim depois de esclarecermos até onde vai a vida de um viciado em drogas, isto é as desilusões com a família, trabalho, vizinhos, amigos etc... as doenças e as debilidades que o corpo chega, os problemas que se enfrenta com a polícia tendo que responder por tais atos ilícitos, e mais um monte de patati-patata... chegamos a conclusão de que era melhor ficarmos com o nosso vício, e então fumamos uma batata...

2 comentários:

Dri disse...

Eu acho bem legal esse jeito de falar com crianças. =)

ANORKINDA disse...

ahhhhhh confessa q não foi só UMA batata....
viciado!