terça-feira, 18 de janeiro de 2011

A neve é uma meretriz...



Na região onde moro aqui no Japão, apesar do intenso frio quase não neva, mas ela vem nos visitar uma ou duas vezes fazendo com que o inverno seja completo. Semana passada, o sistema meteorológico anunciou que iria nevar domingo, apesar de que cada vez mais o clima fica instável por conta do aquecimento global, ainda se pode acreditar nas previsões feitas pela tecnologia japonesa, se eles dizem que ira chover terça feira após o almoço, é melhor sair de casa com o guarda chuvas que la vem chuva.

Por conta disto, a vinda da neve foi o atrativo das conversar durante a semana, papo vinha, papo ia e logo se soltava a frase, ´domingo vai nevar´

e domingo chegou trazendo a esperada visita, ainda de madrugada os primeiro flocos começaram a chegar e foi assim durante o dia todo, hora parava noutra retornava, até que o mundo ( ao menos visto daqui) ficou inteiramente branco, fofo e lindo.

É maravilho contemplar a neve pela janela, ainda mais quando se mora no quarto andar, a vista é plena e muito contemplativa, particularmente fico por tempos ali parado, hipnotizado contemplando esta beleza natural que vence tantas outras façanhas artificiais que o homem inventa, mas contemplar não basta, tinha mesmo é que ir lá, pegar, brincar, e foi o que fiz durante a noite, sozinho enquanto todos se abrigavam eu estava lá fazendo montinhos e jogando bolinhas, brincando e dando atenção a minha visita, mas chega uma hora que o frio começa a ganhar lugar no corpo, as mãos mesmo com luvas e os pés congelam, e o cansaço de quem já não tem mais dez anos domina o corpo.

Volto para casa satisfeito com a diversão causada e em meio a tudo isto chego numa insensata conclusão :

A neve é como uma prostituta, destas que atendem por meio Delivery, isto é, ela chega vocês se divertem até cansar e então você dorme mas quando acorda não quer mais ela ali...


..

Um comentário:

É comigo??? disse...

Kkkk!Muito boa analogia!São tantas coisas que possuem sabores,texturas, significados e sentimentos pontuais!Esse "sabor" é uma delícia quando é apresentado ao "paladar", mas logo enjoa!
Parabéns,muito bacana seu blog!
Um abração e uma ótima semana!